segunda-feira, abril 30, 2007

Jardim Botânico em Floripa ?


JARDIM BOTÂNICO OU CANTEIRO DE PRÉDIOS?
(recebi este texto por e-mail)

É importante a sua participação!

Florianópolis está prestes a sofrer uma das mais graves agressões à sua natureza. O privilegiado terreno de 240 mil metros quadrados da Epagri, no bairro do Itacorubi (e que faz parte do ecossistema de manguezal que margeia a Av Beira Mar Norte) foi disponibilizado por 21 deputados (19 foram contra) para ser vendido à iniciativa privada (especulação imobiliária). Quem fez a emenda colocando a venda o terreno foi o deputado Marcos Vieira, do PSDB.
A decisão está agora nas mãos do governador Luiz Henrique da Silva. Dentre os 19 deputados conscientes que votaram contra, destacou-se Cezar Souza Filho (DEM), que reivindicou o terreno para a criação do primeiro Jardim Botânico do estado e que pode se constituir no maior parque público urbano de Santa Catarina. Numa tentativa final para tentar reverter à situação, a Frente Parlamentar pela criação do Jardim Botânico solicitou uma audiência pública, que será realizada no dia 2 de Maio, às 19 horas, no Plenarinho Deputado Paulo Stuart Wright, da Assembléia Legislativa. Segundo os parlamentares da Frente, uma grande mobilização e repercussão podem fazer com que o governador vete a emenda que pode transformar o bairro do Itacorubi num local absolutamente infernal, congestionado pelo trânsito, pelo esgoto de dezenas de prédios e por vários outros problemas. Como ele é um bairro central, por onde confluem o trânsito do norte da ilha, da bacia da Lagoa e da Trindade/Córrego Grande, é certo que afetará diretamente uma enorme parte da população de Florianópolis. Indiretamente a todos. Vale lembrar que o Governador Luiz Henrique da Silveira é natural de Joinville e que acaba de ser noticiado (24 de abril) que o estado comprou um conjunto de salas (no valor de R$ 800 mil) naquela cidade, para montar um gabinete para ele, que provavelmente passará a governar o estado muito mais de Joinville do que da capital. Como não podemos contar com a boa vontade natural do governador, nos resta fazer uma grande mobilização neste dia, de forma a mostrar a insatisfação dos moradores da cidade e nossa opção pelo Jardim Botânico, uma solução em todos os sentidos muito mais adequada, tanto para cidade quanto para o planeta, nesses tempos de aquecimento global.

Como você pode ajudar
Portanto conclamamos você que mora, gosta e quer preservar a cidade a comparecer na audiência. Leve faixas e convide amigos. Divulgue esta conclamação por todos os meios possíveis, repassando-a para toda a sua lista de amigos, via e mail. Escreva para os jornais e seus colunistas, cobrando posição e divulgação. Escreva para os deputados, pressionando-os a defenderem os interesses da cidade e de todos que aqui moram.
Ajude. Você pode fazer a diferença.


bemestarjornal@yahoo.com.br
Ida Zaslavsky
3334-2684/8421-1733


Bom, como não gosto de publicar sem ir atrás de mais informações, fui verificar e achei no site do Cesar Souza Jr:


Indignado com emenda na reforma administrativa do Governo do Estado, que previu a comercialização de uma área de 22 hectares, cerca de 323,7 mil metros quadrados, pertencente à Epagri, localizada no coração do bairro Itacorubi, o deputado Cesar Souza Júnior ( Democrata) deflagrou a Frente Parlamentar Pró-Jardim Botânico para Florianópolis.
Imediatamente, ele solicitou ao presidente da Comissão de Turismo e Meio Ambiente, Décio Góes, uma audiência pública para o dia 2 de maio, às 19hs, no Plenarinho da AL, para debater o assunto.
Para entender o caso, técnicos da EPAGRI elaboraram um pré-projeto para transformar essa área no primeiro Jardim Botânico da capital catarinense. Hoje, ela é destinada para a criação de animais.
O deputado Cesar Souza Júnior é taxativo ao defender a implantação imediata de um espaço público de lazer e de recreação para a população, tanto é que votou contra essa emenda. Portanto, quer discutir com a sociedade e órgãos competentes esse assunto. "Por se tratar de um assunto de interesse público, ainda não sancionado pelo Governador, queremos o envolvimento de todos nessa discussão", avalia.
Foram convidados para participar da Audiência Pública os deputados membros da Comissão de Turismo e Meio Ambiente, Murilo Xavier Flores e corpo técnico da EPAGRI e Antônio Diomário de Queiroz, da FAPESC, Carlos Leomar Kreuz da Fatma, Superintendência do IBAMA em Florianópolis e representantes do Ministério Público Estadual e Federal. Ainda, o presidente e membros da ACIF, da CDL, o presidente da Câmara de Vereadores da capital, Ptolomeu Bittencourt Junior, o vereador Alexandre Fontes, representante da Prefeitura Municipal de Florianópolis, do Núcleo de Meio Ambiente e Desenvolvimento da UFSC, presidente da Associação dos Moradores e Amigos do Itacorubi e imprensa em geral.

SERVIÇO

O QUE: AUDIENCIA PUBLICA PARA DISCUTIR A IMPLANTAÇÃO DO PRIMEIRO JARDIM BOTANICO DE FLORIANÓPOLIS
QUANDO: 2 DE MAIO DE 2007
ONDE: PLENARINHO DA AL [fonte]


É isso aí pessoal, quem puder ir, compareça e ajude a defender o que é nosso. Afinal, Florianópolis é um parque imobiliário?


Um comentário:

diana disse...

Muito bom. É raro alguém receber um e-mail e não encaminhá-lo direto. Sem procurar se há fundamento, a origem...
Parabéns por ter feito diferente. Esse sim é o uso adequado da internet.