sábado, agosto 04, 2007

O Carro, o Avião e a hipocrisia.

Em 1999, menos de 3% do volume total de passageiros do país viajava de avião.
fonte.

O ínice de atropelamentos de pedestres, por veículos automotores particulares no Rio de Janeiro só aumenta.
fonte.

Segundo o Boletin estatístico da CNT, de Dezembro e de Junho deste ano, o número de pessoas transportadas de avião aumentou de 96.078.832, para 102.185.376. Assim como aumentaram as vendas de automóveis automotores particulares, sendo que os tais médios ainda vendem mais que os ditos populares[fonte].

"Os aeroportos administrados pela Infraero concentram cerca de 97% do movimento do transporte aéreo regular do Brasil, o que equivale a 1,9 milhão de pousos e decolagens de aeronaves nacionais e estrangeiras, transportando aproximadamente 102,2 milhões de passageiros, um crescimento de 6,4% (dados de 2006)."[fonte]



veja o seguinte relatório[link].



Quanto carro tem na rua e quantas pessoas esses carros levam. As pessoas só não andam de avião particular pois ainda é muito caro, mas que já tem muita aeronave particular pelos céus, isto é fato. Segundo a ANAC, são mais de 11.000. [fonte] , mas deve ser perto dos 20.000 [fonte]

E as mortes por veículos particuplares causam mais estrago do que se imagina. Um a um, cidadões do Brasil vão a hospitais, mobilizando sempre um sem números de oficiais de atendimento emergencial, policiais, médicos e outros:

"Além de sofrimento para as vítimas e seus familiares, os atropelamentos geram elevado índice de internação, com altos custos hospitalares. No Estado, o Sistema Único de Saúde – SUS desembolsou, em 2005, pouco mais de R$ 11 milhões com as internações por atropelamento, que correspondem a um valor médio por internação (R$ 1.079) 47% maior que os das internações pelas demais causas (R$ 735)."[fonte]


Leia as considerações finais deste trabalho : Mortes no trânsito do Rio de Janeiro, Brasil / de 1994, e ainda válido, pois a situação só piorou de lá pra cá.

"A mortalidade por acidentes de trânsito no município do Rio de Janeiro aumentou durante a década de 80, tanto para homens como para mulheres de todas as idades. Conseqüentemente, a importância relativa dos acidentes de trânsito também aumentou dentro do grupo das causas externas de óbito, apesar do aumento concomitante de outras violências durante a década de 80. O poder público não tem agido de forma eficaz, nem mesmo através das medidas clássicas preconizadas pela Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), tais como legislação rígida na concessão de licenças para motoristas, repressão ao uso de álcool e drogas, e auxílio imediato às vítimas (Alfaro-Alvarez & Díaz-Coller, 1977).

De qualquer modo, este trabalho demonstra que pelo menos 2/3 dos óbitos por acidentes de trânsito ocorridos no município do Rio de Janeiro, em ano recente (1990), são devidos aos atropelamentos. Este achado desfaz a impressão de que os maiores benefícios na prevenção dos óbitos por AT poderão se dever às inovações tecnológicas dos veículos, oferecendo maior proteção aos "embarcados" (motorista e eventuais passageiros). É possível, até, que os riscos individuais maiores sejam os dos "embarcados", porém privilegiar estratégias de prevenção neste grupo de maior risco não trará uma redução importante na mortalidade por acidentes de trânsito, além de representar uma opção pela proteção preferencial dos mais ricos, isto é, os que podem dispor de transporte individual. Na verdade, a maioria das vítimas que morrem por AT está fora dos veículos. Portanto, maiores condições de proteção deveriam ser oferecidas aos pedestres, que disputam o mesmo espaço com os veículos. Este espaço urbano tem sido destinado de forma crescente aos veículos, sem que o equipamento viário ofereça qualquer tipo de proteção eficaz, e com conforto, aos pedestres."[fonte]




Depois disso tudo, eu digo: "Este "movimento ,cansei" é ridículo".


Criado pelas mesmas pessoas que ajudam a matar milhares por dia em atropelamentos, querem se indignar por causa de seus calos. vão a merda.

= update =

Movimento "tô cansadinho!"



link: http://tocansadinho.blogspot.com/

Esse outro vídeo é melhor ainda:

Nenhum comentário: